Ouvir Texto Stop

 

Atenção, artistas: Prefeitura de Aguiarnópolis promoverá oficinas gratuitas de elaboração de projetos culturais para a Lei Paulo Gustavo

 

Artistas de Aguiarnópolis receberão oficina gratuita de elaboração de projetos para a Lei Paulo Gustavo no próximo domingo, 17. As atividades ocorrerão no auditório da Prefeitura Municipal de Aguiarnópolis, de 9 ao meio-dia e de 14 às 17 horas. Podem participar artistas de quaisquer áreas da Cultura.

A cidade de Aguiarnópolis possui o montante de R$ 69.674,55 oriundos de recursos da Lei Paulo Gustavo, que serão distribuídos via editais, sendo R$ 48.530,16 para projetos de Audiovisual e R$ 21.144,39 para Linguagens Artísticas. Advindos de recursos federais com adesão da Prefeitura Municipal de Aguiarnópolis, a lei oferece incentivos fiscais para projetos culturais nas áreas de teatro, música, cinema e outras manifestações artísticas.

A capacitação será realizada pelo Instituto ECO Nacional, ofertada pela jornalista Cinthia Abreu, artista e produtora cultural, que já atua há mais de 20 anos em atividades e gestão de projetos nas áreas de Música, Teatro, Audiovisual e ainda captação de recursos para a área. Na Oficina, os artistas irão tirar dúvidas e receber auxílio para desenvolver seus próprios projetos e aproveitar os benefícios desta legislação.

Capacitação

De acordo com Cinthia Abreu, trata-se de uma oportunidade única para artistas, produtores, gestores culturais e todos aqueles que desejam transformar suas ideias em projetos viáveis e financeiramente sustentáveis, aproveitando os incentivos da Lei Paulo Gustavo.

Durante a oficina, os tópicos abordados incluirão leitura dos editais lançados na terça-feira, 12, uma visão geral da legislação, seus benefícios e como ela pode ser aplicada em diferentes áreas culturais; passo a passo para criar um projeto cultural sólido, desde a concepção da ideia até a apresentação formal; Gestão de Projetos Culturais e Prestação de Contas, desde a concepção até a execução e muito mais.

Consultoria

As oficinas são contrapartida de atividade de consultoria ofertada pelo Instituto ECO Nacional, que inclui ainda solicitação dos recursos via plataforma TransfereGov, bem como com mapeamento e monitoramento de editais, pareceristas, inscrição de propostas, oficinas e minicursos para sensibilização de artistas, seleção de pareceristas e outros serviços. A equipe é composta por profissionais de gestão de projetos e trabalha para estimular a adesão e fornecer suporte especializado para a gestão dos editais.

ECO Nacional

Fundada em 14 de fevereiro de 2002, o Instituto Eco Nacional atua na elaboração e execução de projetos, captações e assessorias nas áreas de saúde, assistência social, meio ambiente e educação, contribuindo assim de mais efetiva para o desenvolvimento dos municípios onde pode atuar. Além de Aguiarnópolis, o ECO Nacional presta consultoria no Tocantins para os municípios de Colinas do Tocantins, Dueré, Buriti do Tocantins, Ananás, Filadélfia, Augustinópolis, Wanderlândia, São Sebastião, Aragominas, Caseara, Babaçulândia, Riachinho, Bernardo Sayão, Paranã, Araguatins, Axixá, Dois Irmãos, Porto Walter, Bandeirantes, Luzinópolis, São Bento, Palmeirante, Goiatins, Recursolândia, Campos Lindos, Carrasco Bonito, Couto Magalhães, Piraque, Lizarda, Araguanã, Brasilândia, Sampaio, Muricilândia e Nazaré.

Cinthia Abreu

Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) e pós-graduada em Comunicação Jurídica Estratégica pela Escola da Magistratura Tocantinense (Esmat), é jornalista e produtora cultural em Palmas, desde o ano de 2001. É repórter na assessoria de comunicação da Defensoria Pública do Estado do Tocantins, desde 2014, e presidente de A Barraca Cia de Artes, desde 2015, onde desenvolve projetos nas áreas de Cultura, Educação e Comunicação.

É produtora executiva e assessora de imprensa de diversos grupos e artistas de Palmas, como o humorista Paulo Vieira (Rede Globo), e os grupos de teatro A Barraca Cia de Artes, Grupo Artpalco, Mixirica Produções, Cenaberta e Art’Sacra Cia de Teatro, dentre outros. Já trabalhou na produção e assessoria de imprensa em produções nacionais de espetáculos no Tocantins como 5X Comédia (Bruno Mazzeo, Marcelo Médici, Débora Lamm, Lucio Mauro Filho e Luis Miranda), Musical O Mamonas (BB Seguros), 5 Mulheres por um Fio (Solange Couto), As Loucuras que as Mulheres Fazem Fábio Rhoden e Lidi Lisboa) e Mostra Internacional de Comédia – Mico (Paulo Vieira). No audiovisual, foi produtora executiva e responsável pela prestação de contas da Série Fuga (2022), da Vanguarda Filmes, e compôs o elenco de protagonistas do longa-metragem O Comedy Club, da Super Oito Filmes.

Trabalhou como produtora executiva de mais de 20 projetos culturais, sendo o último deles a Turnê Casos Insanos, do Grupo Artpalco (outubro e novembro de 2022), que circulou por mais de 20 cidades brasileiras, via Lei de Incentivo à Cultura e patrocínio do Atacadão. É professora de oficinas, cursos e workshops de Elaboração de Projetos e Gestão Cultural, tendo atuado para projetos como o Sesc Amazônia das Artes e instituições como Governo do Estado do Tocantins – Secretaria de Cultura, Serviço Social da Indústria (Sesi) e Serviço Social do Comércio (Sesc). Captadora de recursos e responsável pela prestação de contas em editais como o Myriam Muniz (Funarte), Lei Rouanet (Minc), Aldir Blanc (Estado e Município), além de editais locais.

 Acesse https://www.aguiarnopolis.to.gov.br/cadastro-cultural.